Blog da Cátia Pipoca - Dicas de Concursos Públicos

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Evite algumas ARMADILHAS nos fóruns da Web

Os fóruns na rede são espaços de grande valia para o concurseiro, contudo, oferecem também certos “perigos emocionais” para o candidato. Saiba como evitar essas armadilhas e os consequentes prejuízos.

Começaremos traçando algumas características da dinâmica dos fóruns de concurseiros. Importante ressaltar que o que vamos dizer aqui não é fruto de pesquisa científica, mas tão somente de observação empírica. Inclusive, você é convidado a participar publicando suas próprias observações no espaço para comentários ou enviando um e-mail, como desejar. O objetivo é alcançarmos uma maior compreensão do que comumente acontece nos fóruns de concurseiros, como eles funcionam, e assim evitarmos certas armadilhas que podem causar grande perturbação e estresse.
O fórum SOLIDÁRIO → Este é o fórum que produz encontros realmente produtivos, onde nascem e crescem parcerias, são feitas alianças de forças, benéfica união de interesses. O fórum solidário é um grupo de trabalho orientado para a tarefa de estudar para concursos, porém, não apenas isso, pois nesse grupo você também encontra apoio emocional nos momentos difíceis e estímulo para continuar. O fórum solidário “forma” futuros servidores e verdadeiras amizades. Estamos falando de um grupo virtual, mas no caso dos grupos deconcurseiros, não é raro observarmos que as alianças formadas tendem a transcender o virtual, pelo menos em alguns momentos, para se tornarem presenciais ou “reais”.
clip_image001Todavia, o que poucos esperam, apesar de os concurseiros mais experientes já saberem disso, é que o fórum solidário passe por um momento de tumultuada reorganização após a realização da prova e, especialmente, após a divulgação do gabarito oficial da banca. Por que isso? Ora, no momento em que o gabarito oficial é divulgado, neste exato instante, mudam radicalmente os objetivos de cada membro do grupo (ou forista participante ativo). Aí que mora o perigo! Como assim? É preciso entender que agora há uma grande cisão nos interesses do grupo e é natural que cada um tenha tendência a simpatizar com a versão dos fatos que lhe é favorável, exceto se houver prova incontestável a favor de um dado ponto de vista, o que dificilmente ocorre tão rapidamente. Ilustrando: alguns vão querer anular certas questões, enquanto outros vão querer preservá-las; alguns vão desejar que o concurso inteiro seja anulado e vão buscar quaisquer incidentes que confirmem essa necessidade, enquanto outros vão querer que não se provoque anulação sem que existam reais e sérios motivos comprovados.
Até que as coisas se definam e haja suficiente discussão e esclarecimento, é uma tendência natural que cada um busque o viés que lhe favorece, os fatos que reverterão em seu benefício. Os indivíduos maduros e éticos têm um senso de justiça apurado, mas mesmo esses podem facilmente perder a calma ao raciocinar, pois as forças em conflito nessa hora são as mesmas forças do ímpeto de sobrevivência que rege a natureza. Também, é preciso que compreendamos que não existe apenas um ponto de vista válido, mas várias formas de enxergar uma mesma situação. As pessoas têm o direito de divergir. O perigo, a armadilha que existe nesse momento, é você se envolver no jogo de acusações, de falta de respeito, de ressentimentos por supostas traições.Quanto maior for a intolerância ao direito do outro, maior será o desgaste e o preço emocional que pagará. Busque a parcela do grupo que continua em sintonia com o que acredita e deseja, mas tente não se envolver no turbilhão emocional que o fórum solidário atravessa nessa hora, especialmente se precisa continuar concentrado, estudando.
Então, é interessante que o fórum solidário não é solidário o tempo todo. Ele pode atravessar diferentes momentos, às vezes prevalecendo uma dinâmica predominantemente narcisista, outras vezes ressurgindo, feito uma fênix, como espaço solidário.
clip_image002O fórum NARCISISTA → Este é o fórum que funciona como um espaço de extravasamento da agressividade e de sentimentos de insegurança. O outro forista passa a ser visto como inimigo, como uma ameaça (insegurança), e deve ser combatido, desestimulado e até sacaneado. Havendo alguém no fórum que demonstre alguma boa vontade, essa pessoa será devidamente explorada. Quer dizer, a união e a sinergia não prosperam nesse fórum. Não se discute aqui as razões de por que isso acontece. Possivelmente um conjunto de fatores gera esse clima de desconfiança e rivalidade excessivas.
Após a prova e a publicação do gabarito oficial, frequentemente aparece “uma multidão” de foristas que antes não se manifestavam: são os “vencedores”. Esses vencedores se unem e passam a colaborar em alguma medida uns com os outros. Os queixosos são rapidamente taxados de “perdedores” e rechaçados. O grupo dos vencedores pode durar um bom tempo, pois agora há o interesse comum de acompanhar a evolução do concurso. Daí pode emergir um grupo solidário.
clip_image003O fórum NARCISISTA II → Esse é o fórum onde os ataques iniciais aos “inimigos concorrentes” são tão fortes e os sentimentos de insegurança, desconfiança e falta de acolhimento são tão exacerbados que nenhum vínculo se forma, exceto vínculos de descarga emocional, de catarse. Outras vezes, esse mesmo tipo de projeção agressiva se manifesta no fórum através de um silêncio resistente a qualquer tentativa de iniciar diálogo construtivo.
Repito que essa classificação e compreensão dos fórunsconcurseiros, explanada neste artigo, não é algo que deva ser entendido como um conceito formal, científico. Muito pelo contrário, são apenas ideias sendo tecidas. Importante destacar que um fórum solidário pode passar por um período de fórum narcisista e depois voltar a ser solidário, conforme as pessoas elaborarem os momentos mais agressivos e competitivos. A presença dessas oscilações cíclicas nos dinâmicos grupos de fóruns virtuais parece ser a norma e não a exceção.
Supondo que os fóruns passem por fases semelhantes ou iguais às demonstradas, você pode se proteger de alimentar agressões ou de servir de “saco de pancada” para aqueles com vontade de bater virtual ou verbalmente. É chato, mas é isso que acontece algumas vezes. Evite cair nessa armadilha desgastante, que pode chegar ao ponto de lhe tirar o sono e o foco no mais importante: seus estudos, seu progresso pessoal!
Tenha claro que ao retrucar às provocações de um forista inseguro e agressivo, você está fortalecendo essa manifestação dele, pois ele deseja realmente gerar desunião, mal-estar, desânimo. É um comportamento semelhante ao do troll, mas como se trata de um concurseiro inserido num fórum de concurseiros, presumivelmente ele age assim porque vê os foristas como ameaçadora concorrência e ataca. Quanto mais você responder ao ataque, mais ele se sente vitorioso.
Por outro lado, paradoxalmente, os indivíduos provocadores, aqui referidos, que emergem com ataques no fórum, também podem ter um papel importante na união dos foristas, pois as pessoas se unem para combater o troll, gerando um fortalecimento dos vínculos solidários. Curioso, não é? É contraditório, mas o troll que não é bem sucedido em gerar desagregação no grupo, acaba por gerar união dos foristas que o combateram. O trolltambém quebra a rotina, agitando um pouco as coisas, renovando as energias e despertando os ânimos. A presença do troll-concurseiro também ajuda a definir a identidade do grupo e as regras prevalecentes. Isso quando ele não ofende ou atrapalha demais...
Caso seja desejado, uma das formas mais eficientes de fazer o forista agressivo parar é ignorando-o completamente e, ao mesmo tempo, iniciando uma conversa produtiva sobre outro assunto com um forista que esteja em sintonia com o desejo de estudarem juntos. Se todos fizerem isso, o forista que ataca perde força e sai do fórum espontaneamente ou então ele muda de atitude e começa a colaborar, construindo junto.
O assunto não se esgota aqui, certamente haveria muitas outras considerações a fazer, mas creio que essa análise inicial pode ajudá-lo a ver com mais clareza a dinâmica de funcionamento dos fóruns de concurseiros. Quem sabe, da próxima vez que presenciar uma grande divisão do grupo após a publicação do gabarito oficial, compreenderá com mais tranquilidade os embates.

Fonte:
Marta Rolim
coluna.pontopravoce@gmail.com

Um comentário:

Antônio Pereira disse...

Cátia, uma dica preciosa de verdade é ignorar os fóruns. Lá, na maioria das vezes, só se debate boato, o que nos deixa muito instáveis emocionalmente, e o pior está cheio de gente que só quer zoar.
A melhor coisa é se focar nos estudos e deixar quem quer perder tempo com fofoca ficar brigando nos fóruns.
Vamos estudar e manter o foco.